Gestantes que estão fazendo o acompanhamento do pré-natal na rede pública de saúde de Palmas estão recebendo a nova Caderneta da Gestante, disponibilizada pela Prefeitura de Palmas. A previsão da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) é que com os 4.500 novos exemplares produzidos pelo Município o público-alvo seja atendido. A caderneta possui anotações, como exames feitos e vacinas tomadas, dentre outras informações sobre a gestação.

O gerente da Linha de Cuidados da Atenção Primária de Palmas, enfermeiro Ilton Batista, destaca que com o documento, a mulher poderá saber, por exemplo, quais são seus direitos enquanto usuária dos serviços de saúde, além de conter informações sobre o desenvolvimento do bebê durante os nove meses de gestação. “Com o novo formato da caderneta, que substituiu o antigo cartão da gestante, todas as informações constantes da paciente, incluindo o histórico de saúde, ajudam para a próxima gestação”, explica, acrescentando que ela traz ainda informações sobre amamentação e como retirar a certidão de nascimento.

A caderneta traz todas as orientações para o pré-natal, sobre trabalho de parto e como a mulher pode se preparar para o momento de o bebê nascer. “As grávidas recebem informações dos profissionais de saúde de como melhor fazer o uso da caderneta, pois o instrumento de acompanhamento do pré-natal é dirigido aos profissionais de saúde e mulheres gestantes que usam os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS)”, reforça o gerente.

Os novos exemplares já estão disponíveis nas Unidades de Saúde da Família de Palmas. O documento inclui um cartão de acompanhamento do pré-natal para registro das consultas clínicas e odontológicas, entre outras informações. Vale destacar que a caderneta traz também informações sobre prevenção e proteção contra o mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, a febre chikungunya e o zika vírus, e ainda informações sobre a importância do tratamento da sífilis e prevenção da sífilis congênita, incluindo espaço para registro do tratamento.

Deixe uma resposta