Delegados Guilherme, à esquerda, Jéter, ao centro e Mozart Macedo participam de evento em Brasília Crédito -Foto - DICOM SSP TO

Os delegados da Polícia Civil do Tocantins, Guilherme Rocha, Jéter Ayres e Mozart FÉLIX estão em Brasília – DF, onde participam do I Encontro Nacional da Rede de Polícias Judiciárias no Combate à Corrupção. O evento está sendo realizado na sede do Ministério da Justiça e Segurança Pública e estabelece a criação da Rede Nacional de Polícias Judiciárias no Combate à Corrupção (Renaccor).

A Rede Nacional de Polícias Judiciárias no Combate à Corrupção é uma rede de articulação integrada pelas Unidades de Polícias Judiciárias dedicadas exclusivamente ao combate à corrupção e tem como principal objetivo promover o fortalecimento das Polícias Judiciárias para a repressão à corrupção e ao efetivo respeito à coisa pública.

Além disso, o programa Renaccor também visa fortalecer a integração entre as polícias judiciárias no combate à corrupção, tanto no âmbito das polícias civis dos estados quanto com a polícia federal. Desse modo, promove a troca de experiências e ideias dos membros das unidades judiciárias das policiais civis de todo o Brasil a fim de fortalecer as boas práticas de combate à corrupção em todas as unidades da federação.

 A Renaccor está vinculada à Coordenação-Geral de Articulação Institucional do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional, da Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Fazem parte da Rede Nacional, as unidades de Polícia Judiciária Especializadas em combate à corrupção, nos níveis Federal, Distrital e Estadual.

Na avaliação do delegado-chefe da Divisão Especializada de Combate à Corrupção (DECOR -Palmas), Guilherme Rocha Martins, a participação da Polícia Civil do Tocantins neste primeiro Renaccor é de suma importância, uma vez que promove a integração das polícias judiciárias estaduais especializadas no combate à corrupção.

“Além de toda troca de experiências e boas práticas, estamos testemunhando a criação de uma rede nacional integrada e de mútuo apoio que vai fortalecer o combate à corrupção em todos os estados. Nesse sentido, a maior beneficiada é a população do Estado do Tocantins, que contará com policiais civis ainda mais capacitados e protegidos por uma rede nacional de apoio às unidades de repressão à corrupção”, disse a autoridade policial.

Para o delegado-geral adjunto da Polícia Civil do Tocantins, “a instituição da Renaccor, com a adesão da Polícia Civil do Tocantins, trará benefícios à sociedade tocantinense, propiciando uma integração que irá refletir eficazmente no combate à corrupção”

Deixe uma resposta