As armas estavam escondidas em um bar e foram apreendidas pela Polícia Civil Crédito - Foto - DICOM SSPTO

Dando continuidade às investigações a respeito do comércio irregular de armas de fogo, que estavam sendo realizados pela internet, por meio de redes sociais, na tarde desta sexta-feira, 17, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), em ação conjunta realizada por policiais civis da 21ª Delegacia de Aguiarnópolis, e também da 20ª DP de Tocantinópolis, realizou a operação “Troca-Troca Virtual” e efetuou a apreensão de várias armas de fogo e também de grande quantidade de munições de calibre variado, em Aguiarnópolis.

Comandada pelo delegado Tiago Daniel de Moraes, a operação foi deflagrada, visando dar cumprimento a mandados de busca e apreensão em dois endereços pertencentes a um homem, que estaria comercializando armas e munições de forma irregular pela internet. De acordo com a autoridade policial, na casa do investigado foram encontrados alguns apetrechos, que indicavam que o homem lidava com armas de fogo.

No entanto, quando foram até o bar de propriedade do mesmo indivíduo, os policiais conseguiram localizar e apreender, um revólver, calibre 38, uma garrucha, calibre 22, além de três espingardas de calibres, 36, 28 e 30, bem como 12 munições intactas de calibre 38, 22 munições de calibre 22, além de cartuchos não deflagrados de calibres variados.

As armas estavam escondidas em um bar e foram apreendidas pela Polícia Civil
Crédito – Foto – DICOM SSPTO

A operação Troca-Troca Virtual, realizada pela Polícia Civil nesta sexta-feira, é um desdobramento da ação, que foi deflagrada na última terça-feira, dia 14 e que resultou na apreensão de uma espingarda, calibre 36 e na prisão de um idoso de 77 anos que também estaria comercializando armas de fogo, com a utilização das redes sociais.

O proprietário do bar onde o armamento foi encontrado conseguiu fugir e não foi localizado pela Polícia. O armamento e as munições foram levados para a Delegacia para a realização das providências legais cabíveis.

Para o delegado Tiago Daniel de Moraes, as apreensões têm uma grande relevância, haja vista se tratar de armas em boas condições de uso e que poderiam parar nas mãos de criminosos e assim resultar na prática de crimes diversos tanto em Aguiarnópolis, quanto em Tocantinópolis.

“A retirada e circulação das armas de fogo traz mais sensação de segurança e tranquilidade para a população, uma vez que após comercializadas, elas poderiam causar muitos transtornos e serem utilizadas em delitos diversos como roubos, ameaças e mesmo homicídios”, disse a autoridade policial.

Deixe uma resposta