O governador Mauro Carlesse destacou a importância do trabalho dos gestores escolares (Crédito foto: Marcio Vieira/Governo do Tocantins)

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), realizou nessa terça-feira, 14, o III Seminário de Líderes Educacionais do Tocantins. O evento realizado no auditório do Palácio do Araguaia contou com a participação do governador Mauro Carlesse e da titular da Seduc, Adriana Aguiar, que receberam os quase 500 gestores escolares.

O governador Mauro Carlesse destacou que o desenvolvimento do Tocantins perpassa o trabalho de vários atores sociais. “Os gestores, nas suas escolas, têm um papel muito importante, o trabalho realizado no cuidado com os professores e no diálogo com os familiares reflete diretamente nos resultados dos alunos. A nossa gestão se sente honrada em caminhar com cada um de vocês”, destacou.

O governador também falou do trabalho voltado para a educação e o benefício que será concedido aos gestores. “Desde que iniciamos a nossa gestão, estamos trabalhando na retomada das obras que estavam paralisadas. Já inauguramos algumas unidades de ensino novas e retomamos as obras de todas as ETIs que estavam paralisadas. Faremos a equiparação da gratificação para a função de diretores, a partir de janeiro”, pontuou.

O governador Mauro Carlesse destacou a importância do trabalho dos gestores escolares (Crédito foto: Marcio Vieira/Governo do Tocantins)

Atualmente as gratificações são concedidas conforme o porte da unidade de ensino (definida pela quantidade de alunos e classificadas em pequena, média e grande). A equiparação representa um aumento que varia de 45,45% a 166,66% sobre os valores praticados atualmente.

A titular da Seduc, Adriana Aguiar, ressaltou o papel dos gestores escolares na construção da história da educação tocantinense. “O gestor escolar é o líder da unidade de ensino, o que mobiliza a equipe, que tem um papel transformador na vida dos estudantes, por promover a conexão entre escola e comunidade. Hoje, esse nosso encontro nos provoca a vivenciarmos novas práticas educacionais em nossas escolas, assim como refletirmos o papel que cada um de nós temos na história da educação do nosso Estado”, apontou.

Titular da Seduc, Adriana Aguiar, falou do papel dos gestores escolares na construção da história da educação tocantinense (Crédito foto: Esequias Araújo/Governo do Tocantins)

O presidente do Conselho Estadual de Educação, Robson Vila Nova, destacou que a terceira edição do Seminário é um marco para a educação. “Em 2019 vivenciamos um encontro presencial, em 2020 tivemos a segunda edição na forma on-line e, hoje, nós estamos aqui para refletirmos o quanto o gestor escolar pode fazer em sua unidade de ensino, sobre a necessidade de nos adequarmos ao cenário em que estamos inseridos. São profissionais que nos inspiram”, ressaltou.

Seminário

Muito além de um encontro ampliado de gestores, este momento se caracteriza como um instrumento de acolhimento, integração e reconhecimento dos atores que fazem a gestão da educação no Tocantins, que são os diretores das unidades de ensino. É um momento de troca de experiências e de renovar os conhecimentos sobre gestão de pessoas e boas práticas educacionais.

Para proporcionar um momento de reflexão, formação e provocação, o Seminário trouxe uma palestra com a administradora, master coach, analista comportamental e practitioner em Programação Neurolinguística, Tudy Vieira, que destacou alguns dos fatores limitantes do desenvolvimento humano e profissional. Frisando algumas faltas que devem ser transformadas: falta de autoconhecimento, de planejamento, autocontrole e de clareza do seu papel.

Palestrante Tudy Vieira frisou alguns dos fatores limitantes do desenvolvimento humano e profissional e que podem ser superados (Crédito foto: Marcio Vieira/Governo do Tocantins)

“O objetivo de vida é o que nos motiva. Se você não sabe onde quer chegar você não tem um motivo para fazer o que você faz. Muitas áreas da nossa vida não estão bem porque não estamos participando do nosso problema, cumprindo o nosso papel para resolver”, destacou a especialista durante a palestra voltada aos gestores escolares e das Diretorias Regionais de de Educação, Juventude e Esportes.

Troca de Experiências

Para Rodrigo Oliveira da Silva, que há dois anos é diretor da Escola Estadual Justino de Almeida, de Taguatinga, as discussões levantadas no Seminário são de fundamental importância para o fortalecimento das atividades desenvolvidas nas unidades de ensino. “Um momento maravilhoso, de alinhamento, de troca de experiência entre os gestores escolares. Com certeza irei compartilhar os conhecimentos aqui adquiridos com os outros profissionais da unidade de ensino”, destacou.

Diretor da Escola Estadual Justino de Almeida, de Taguatinga, Rodrigo Oliveira da Silva falou que as discussões refletem nas atividades desenvolvidas nas unidades de ensino (Crédito foto: Marcio Vieira/Governo do Tocantins)

 

Atuando na educação desde 2017, o tenente Rivanaldo de Sousa Batista, que desde março é diretor do Colégio Militar do Estado do Tocantins – La Salle, de Augustinópolis, frisou que as experiências compartilhadas têm potencial transformador. “A troca de experiências enriquece muito. Experiências vivenciadas pelos gestores, de forma individualizada nas suas unidades de ensino, discutidas no coletivo, podem ajudar os gestores que vivenciam situações semelhantes”, apontou.

A gestora Cristiane Meireles da Rocha, da Escola Estadual Ana Maria de Jesus, de Alvorada, lembrou que o mundo vive um processo de transformação, que as bagagens de cada gestor precisa estar em constante atualização. “Estou muito feliz em participar desse momento de troca de experiências. É um momento muito rico e necessário, a bagagem que trouxemos até aqui nos dá um alicerce, mas precisamos nos atentar às novidades do pós-pandemia, entendermos as demandas do cenário atual é primordial nesse momento, para o ensino e aprendizagem”, ponderou.

Com quase 30 anos de educação, Sandra Batista da França Silva, há 20 anos, é gestora da Escola Estadual Sampaio, em Sampaio. Fazendo história na Educação tocantinense, ela destacou que a atualização profissional é uma demanda sempre atual. “Esse Seminário promovido pela Seduc [Secretaria de Educação Juventude e Esportes] foi uma grande oportunidade, de fortalecermos o nosso trabalho como gestores escolares. A temática aqui colocada ajuda no aprimoramento dos nossos conhecimentos, especialmente nesse momento de transição da pandemia”, ressaltou.

Deixe uma resposta