A presidente da Câmara de Palmas, vereadora professora Janad Valcari (Podemos), têm cobrado, nesse final de ano, que a prefeitura de Palmas realize o repasse, aos professores da capital, do Abono Fundeb, uma forma de redistribuir os recursos do  Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica aos profissionais da educação do município. Os valores são provenientes de verba excedente e seriam pagas aos servidores como um uma espécie de 14º salário.

Janad esclarece que segundo a nova Lei do Fundeb, 70% de sua receita deve ser destinada de forma exclusiva na valorização da carreira dos educadores, os outros 30% devem ser destinados para pagamentos e gastos com a manutenção do ensino nas escolas. “Sabemos que o município não pode deixar em caixa mais do que 10% da receita, além disso, nossos profissionais da educação merecem esse benefício como forma de reconhecer sua dedicação ao trabalho durante todo o ano”.

No ano de 2021 a prefeitura de Palmas já recebeu do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica mais de 152 milhões de reais (R$ 152.390.206,51), porém não tem informado o montante da sobra da verba, valor esse que pode ser rateado entre os profissionais. “Até agora a prefeitura não me encaminhou os esclarecimentos necessários para a concessão do benefício aos nossos professores. Estarei vigilante e de olho para que eles não saiam no prejuízo”, disse Valcari.

Deixe uma resposta