Pai e filho morreram afogados neste sábado (31) na praia do Paredão, em Miracema do Tocantins. As vítimas são Edgar José de Araújo, de 42 anos, e Guilherme José Marinho de Araújo, de 14 anos. Segundo o Corpo de Bombeiros, o homem pulou na água ao ver o filho se afogar, mas também não conseguiu voltar à superfície.

Os bombeiros informaram que, ao chegar à praia, o adolescente entrou na água imediatamente. Um amigo da vítima, que também é adolescente e estava acompanhado dos pais, mergulhou em seguida com medo que o garoto se afogasse. Vendo os dois em perigo, os pais entraram no rio para tentar socorrê-los.

Um dos homens é policial militar e salvou o filho, que foi o segundo a entrar na água. Já o outro nadou até o local, mas não conseguiu retirar o menino e também ficou desaparecido. A mãe e esposa das vítimas também estava na praia do Paredão e viu os dois se afogando.

Militares dos bombeiros foram chamados, fizeram mergulhos e localizaram os corpos no mesmo local do afogamento. As vítimas foram levadas ao Instituto Médico Legal (IML) de Palmas.

A família é de Paraíso do Tocantins e o menino era estudante do Colégio Militar da cidade, onde a mãe é professora. A unidade publicou uma nota de pesar pelas mortes do filho e marido da servidora.

“Apresentamos nossas condolências e oramos para que Deus conforte a todos que estão enlutados nesse momento”, informou a nota.

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta