Praia da Graciosa. Foto Lia Mara Palmas -TO

Comemorado em 12 de outubro, junto com o feriado nacional em homenagem à padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, o Dia das Crianças é uma oportunidade de reunir a garotada e proporcionar momentos de recreação e alegria. As crianças estão cheias de energia para se divertirem, e para os pais que ainda não sabem o que fazer e onde levar os pequenos, o profissional de educação física da Secretaria Municipal de Educação de Palmas, Flávio Moura, dá dicas de como promover um dia espetacular e fazer a criançada feliz, com brincadeiras simples nas praias, parques e praças da Capital.

O momento ainda requer cautela, uma vez que a pandemia não acabou, mas é possível fazer uma infinidade de brincadeiras ao ar livre, sem se esquecer das medidas de segurança. Quem optar por levar as crianças ao Parque Cesamar ou ao Parque dos Povos Indígenas, a dica do profissional é organizar atividades como caça ao tesouro, utilizando brinquedos das próprias crianças ou guloseimas. Também vale fazer uma trilha ecológica, explorando o espaço e conhecendo o que tem na natureza, além de poder fazer um delicioso piquenique em família. Outras atividades possíveis são o skate ou andar de bicicleta, porque há espaços próprios nesses parques.

Parque cesamar – Foto Lia Mara
Parque dos povos indigenas – Foto Lia Mara
Praia da Graciosa. Foto Lia Mara
Palmas -TO
Parque dos povos indigenas – Foto Lia Mara

Nas praias da Graciosa, do Prata, das Arnos e do Caju, como o espaço é maior, é possível reunir um pequeno grupo de amiguinhos. A dica do profissional é dividir a turma em times para brincarem de gincanas, jogar bola, queimada, pega-bandeira, pula elástico etc. “Porque essas atividades trabalham tanto a interação da criança, como também equilíbrio, coordenação motora, força, noções de tempo e espaço, flexibilidade, segurança. Isso auxilia bastante no sistema psicomotor da criança”, complementa Flávio Moura.

 

Na Praça dos Girassóis, assim como nas inúmeras praças que têm espalhadas pela cidade, a opção são brincadeiras simples, mas que irão gerar boas memórias afetivas nas mentes dos pequenos, como pega-pega, golzinho, pula-corda, disputa de balões com água. “Nesses espaços, essas brincadeiras trabalham tanto a interação com os pais como o contato com a natureza.”

“Nas praças que temos dentro das quadras podemos fazer brincadeiras tradicionais como bete, pula corda, elefante colorido, que é uma versão do pique-pega, bambolê, e também brincar de caça ao tesouro, fazer caminhadas, correr, passear com o cachorro. E no ambiente aquático, como nas praias, os pais também podem promover um polo aquático, vôlei na água, pegou-colou, arranca-rabo, cabo de guerra, procurar letras”, enumera o educador físico.

Para Moura, as praias também têm ótimos espaços para fazer circuitos com brincadeiras de balão, pular de uma perna só, rolamento para frente e depois estourar o balão, amarelinha. O certo é que dá para realizar várias atividades, para deixar o dia ainda mais especial, gastando quase nada.

Uma alternativa é subir a serra com a criançada para Taquaruçu, que além das famosas cachoeiras, ainda tem trilhas ecológicas, para promover esse contato delas com a natureza, e bons restaurantes, que dão um toque saboroso e de aconchego a essa região de Palmas.

Deixe uma resposta