A Polícia Civil do Tocantins (PCTO) busca identificar possíveis vítimas do estuprador em série que, até o momento, as investigações apontam pelo menos 11 casos em Gurupi. A polícia orienta que, caso exista outras vítimas de estupro do suposto detido no município, em 2021, e que ainda não tenham feito denúncia, as mesmas devem procurar o Complexo da PCTO em Gurupi para fazer o reconhecimento ou pelos contatos: 197 da Central de Flagrantes da Polícia Civil ou pelo (63) 3312-4110.

De acordo com o delegado regional, Joadelson Rodrigues Albuquerque, além de cometer o crime, ele filmava e fotografava as vítimas. “Outras mulheres que possam ter sido vítimas do homem devem se apresentar para fazer o reconhecimento, devido ao fato de ainda ter casos que não foram identificados em três vídeos e fotografias, apreendidas com o investigado, reiteramos a importância de procurar à delegacia para identificação.”, reitera

Entenda o caso

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Polícia Civil do Tocantins investiga sobre um estuprador em série em Gurupi. O homem, de 32 anos, foi preso há cerca de um mês. Porém, ao apurar os fatos, a lista de possíveis vítimas foi crescendo e, até o momento, acredita-se que pelo menos 11 casos são de autoria do detido.

O caso continua sendo investigado pelo 4º Distrito da PCTO e 89ª Delegacia de Polícia de Gurupi.

Deixe uma resposta