Contra o Atlético-GO, o Fluminense fecha uma sequência de três jogos seguidos em casa após vencer o Bragantino e perder do Fortaleza. Depois disso, os comandados de Marcão terão uma árdua sequência pela frente: serão quatro partidas fora de casa e um clássico no meio delas. A tabela “ingrata” aumenta a pressão sobre o Tricolor para evitar um novo tropeço no duelo deste sábado, às 16h30 (de Brasília), no Maracanã, e não ver o sonho da Libertadores distante.

📌 A primeira parada depois do Atlético-GO será em São Paulo. Na próxima quarta-feira, o Fluminense visita o Corinthians às 21h (de Brasília), na Neo Química Arena. Atual quinto colocado, o Timão está embalado no Campeonato Brasileiro e não perde há 10 jogos.

Quatro dias depois, no domingo, o Tricolor vai a Curitiba enfrentar o Athletico-PR, às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada. O Furacão que vive grande fase: está na final da Copa Sul-Americana, na semifinal da Copa do Brasil e é o atual sétimo colocado do Brasileiro, na briga pelo G-6.

📌 Depois disso, o Fluminense voltará a ter uma semana livre e a jogar no Maracanã. Porém, terá um clássico pela frente no sábado do dia 23, às 19h (de Brasília), contra o Flamengo, que está na final da Libertadores, na semifinal da Copa do Brasil e na briga pelo título brasileiro (atualmente é o vice-líder).

📌 Quatro dias depois, o Tricolor retorna a São Paulo, só que para o litoral. Na quarta-feira do dia 27, o time visita o Santos às 19h (de Brasília) na Vila Belmiro, em jogo atrasado da 23ª rodada. O Peixe é quem vive pior momento dos próximos adversários do Flu: está há 11 jogos sem vencer e na briga contra o rebaixamento (atualmente é o primeiro fora do Z-4).

📌 A sequência “ingrata” termina no domingo do dia 31 de outubro, quando o Fluminense vai até Fortaleza enfrentar o Ceará, às 16h (de Brasília), no Castelão. O Vozão faz um campeonato irregular e é só o 13º colocado atualmente, mas em casa não perde há 10 jogos (cinco vitórias e cinco empates).

*COM INFORMAÇÕES GE

Deixe uma resposta