A servidora Karla Ribeiro está participando do curso para auxiliar os supridos nas demandas e dúvidas

Em busca de capacitar os servidores em diversos âmbitos para melhoria dos serviços prestados, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça solicitou à Controladoria-Geral do Estado (CGE-TO) um curso sobre Suprimento de Fundos para aqueles que atuam na Pasta como supridos, atestadores e responsáveis pela análise da prestação de contas. O curso acontece nesta quinta-feira, 26, no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da Unidade Certificadora do Estado do Tocantins (Unicet), administrada pela Secretaria da Administração (Secad), com 20 servidores da Seciju.

O diretor de Administração e Finanças da Seciju, Francisco Pontes, explicou que a secretaria atende muitas áreas e todas tem servidores que utilizam o recurso de suprimento de fundos, sendo necessário o aperfeiçoamento.

“Solicitamos essa nova formação para a CGE para orientar os servidores quanto ao correto uso dos suprimentos e evitar possíveis penalidades junto aos órgãos de controle, tanto dos servidores quanto do próprio gestor da Pasta”, destacou.

O curso está sendo ministrado pela gerente de Orientações e Normas da CGE-TO, Elaine Cristina Zanetti Avelino, que falou sobre a importância da formação. “Os mecanismos de adiantamento, quando bem compreendidos, permitem uma execução financeira adaptada à celeridade e tempestividade exigidas por algumas despesas.

A servidora Karla Ribeiro está participando do curso para auxiliar os supridos nas demandas e dúvidas

Conhecer os casos de despesa permitidas, as responsabilidades inerentes aos supridos e ordenadores, dentre outros, permite que os usuários do suprimento de fundos possam atender aos anseios da sociedade sem comprometer a obediência aos princípios que norteiam a execução orçamentária, financeira e contábil do Poder Executivo Estadual”, afirmou.

Programação

Conforme a gerente da CGE, o objetivo do curso é atualizar, aperfeiçoar, capacitar e gerar conhecimentos relativos ao regime de adiantamento de acordo com a legislação vigente e por meio de discussão e disseminação dos aspectos mais relevantes dos temas expostos, além de apresentar as regras do processo de suprimento de fundos e avaliar casos práticos decorrentes desse tipo de despesa.

Uma das servidoras que está fazendo o curso é a Karla Ribeiro, que atua no Setor de Suprimentos de Fundos da Seciju há pouco tempo. “Eu estou nessa área agora, então é novo pra mim e quero ter esse conhecimento, até porque hoje nós auxiliamos os supridos e preciso saber todo o processo para auxiliá-los nisso corretamente e fazer o meu trabalho da melhor forma possível”, disse.

Conforme a CGE, neste ano, mais de 250 servidores foram capacitados pelo Governo do Tocantins na temática de suprimento de fundos. A iniciativa tem como objetivo contribuir para o aprimoramento técnico dos servidores diretamente ligados ao processo de adiantamento, sejam eles supridos, atestadores ou responsáveis pela análise da prestação de contas.

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta