Palestra será ministrada pelo coordenador do programa Educação Paralímpica Brasileira do CPB, David Farias Costa. / foto: Divulgação CPB

‘Na adversidade, alguns desistem, outros se tornam vencedores’. É com essa temática que a Superintendência de Esportes, Juventude e Lazer, da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), realizará uma live motivacional, nesta quinta-feira, 27, com transmissão a partir das 10h, pelo canal da Seduc, no YouTube. A palestra será ministrada pelo coordenador do programa Educação Paralímpica Brasileira do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), David Farias Costa, e contará com a participação da titular da Seduc, Adriana Aguiar.

Palestra será ministrada pelo coordenador do programa Educação Paralímpica Brasileira do CPB, David Farias Costa. / foto: Divulgação CPB

Com foco no enfrentamento de limites, superação de barreiras e a importância do poder da resiliência, o encontro on-line contará com a participação de professores de educação física, treinadores esportivos, alunos paratletas/atletas e público das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) do Tocantins.

Na palestra, David Faria Costa abordará sobre os desafios superados em relação a sua deficiência, desde a infância até ocupar o cargo no Comitê Paralímpico Brasileiro.

Para Clay Rios, superintendente de Esportes, Juventude e Lazer da Seduc, “um dos maiores desafios neste momento pandêmico é manter a comunidade escolar motivada para realizar suas tarefas, por isso a necessidade de promover encontros como esses que possam ajudar nossos profissionais, trazendo motivação e estratégias para o melhor desempenho das ações”, destacou.

Perfil

David Faria Costa tem deficiência visual congênita, é pedagogo e ex-paratleta profissional.  Atualmente ocupa o cargo de coordenador do programa de educação paralímpica do Comitê Paralimpico Brasileiro (CPB). Ele foi presidente da Confederação Brasileira de Desporto para Cegos (CBDC). Sob sua coordenação no programa do CPB, o Brasil organizou e levou a expertise paralímpica a outros países, com profissionais brasileiros ministrando cursos de formação esportiva.

Deixe uma resposta